TCC, Dissertações e Teses

Relação entre variabilidade dos atributos de um latossolo e qualidade da fruta cítrica

Autor: Marisol Galán Argüelles de Leão

Palavras-chave: variabilidade espacial; qualidade de frutos; estatística descritiva;geoestatística; atributos granulométricos

Link

Resumo

O objetivo deste trabalho foi estudar a aplicação de técnicas para caracterizar e relacionar a variabilidade espacial dos atributos químicos e físicos do solo, no contexto da relação solo-paisagem, e atributos tecnológicos de frutos, tendo como propósito de estabelecer relações de causa e efeito da produtividade e qualidade de frutos. Em um pomar de laranja perâ-rio, foram realizadas amostragens do solo em intervalos regulares de 50 m, em forma de malha, totalizando 332 pontos amostrados, nas profundidades de 0,0-0,2 m e 0,6-0,8 m para determinação química e da textura. Foram coletadas também amostras de fruta, onde foram realizadas análises tecnológicas, e folha, análise de teores de macro e micronutriente. Foram identificados e delimitados três segmentos relativos à posição na vertente em estudo. Os dados obtidos foram submetidos às análises estatística descritiva e geoestatística (modelagem de semivariogramas e mapas de krigagem). Os Latossolos apesar de serem considerados como solos muito homogêneos, neste estudo apresentaram variabilidade dos atributos granulométricos e químicos diferenciados nos segmentos de vertente mapeados. Os teores de nutrientes também apresentaram variabilidade espacial, sendo que a maioria destes apresentou a maior variabilidade na pedoforma côncava. Serão necessárias novas abordagens estatísticas, pois apesar da qualidade da fruta apresentar dependência espacial do relevo, neste trabalho, não apresentou relações significativas com os atributos granulométricos e químicos de solo e planta. Entretanto foi possível notar, pelos dados de frutos, a necessidade de novas estratégias de colheita.

Artigos Relacionados

O relevo na interpretação da variabilidade espacial dos teores de nutrientes em folha de citros. / Landrelief in the interpretation of spatial variability of nutrient content in citrus leaves.